Outdoor: Três esportes indicados para modelar seu corpo

Otavio Brito 18 de outubro de 2012 2

BIKE

A bicicleta permite que se percorra o triplo da distância de uma corrida sem sentir tanto cansaço. Como meio de transporte em cidades, é alternativa ecofriendly.Entretanto, pedalar em ruas movimentadas requer cuidados, como optar por vias com ciclo-faixas, não trafegar na contramão e usar o braço para sinalizar curvas. Na hora da compra da bike, oriente-se pela seguinte regra: ao sentar, a perna deve ficar estendida e o calcanhar apoiado na posição mais baixa do pedal.

Partes do corpo mais trabalhadas: O resultado é de coxas firmes e panturrilhas trabalhadas. O aumento de massa muscular, no entanto, é discreto – nada que se compare a aulas intensas de musculação.

Coxas firmes e panturrilhas trabalhadas.

Equipamentos: Uma bicicleta com marchas de 15 a 30 velocidades, que possibilitam pedalar em vários tipos de terrenos, como ruas da cidade, trilhas ou subidas íngremes. Tênis, luvas, capacete, joelheiras e cotoveleiras também são itens obrigatórios de proteção.

Grau de dificuldade: Segundo Edma Alves, professora da academia Bodytech, em São Paulo, pessoas de todas as idades e condicionamento físico podem pedalar. “É imporante evoluir lentamente no volume do treino. Quem nunca praticou deve atentar ao ambiente, ao terreno e à sinalização de ruas públicas”, diz. No início, é recomendável um plano leve, de aproximadamente 20 minutos, em parques ou ciclovias. Só depois, aumente a velocidade e se arrisque em ruas e avenidas.

Partes do corpo mais trabalhadas: O resultado é de coxas firmes e panturrilhas trabalhadas. O aumento de massa muscular, no entanto, é discreto – nada que se compare a aulas intensas de musculação.

Benefício extra: Além de reduzir o estresse e a ansiedade, andar de bicicleta estimula a circulação sanguínea, o metabolismo e o sistema imunológico. “Trabalha-se muito a resistência dos ossos, o que previne a osteoporose. A atividade também é ótima para diminuir os riscos de doenças cardíacas”, afirma a professora Edma Alves.

Gasto calórico: Em uma hora de atividade, perde-se aproximadamente 200 calorias para uma velocidade baixa e 600 calorias para intensidades altas.

CORRIDA

Segundo um estudo realizado na Dinamarca com pessoas entre 20 e 93 anos, a corrida aumenta a expectativa de vida em até seis anos se praticada com regularidade. Para maximizar seu resultado, é válido desafiar o corpo a trabalhar mais e variar os locais do treino. Estratégias como andar de costas e misturar passos largos com curtos melhoram a técnica e queimam mais calorias.

Partes do corpo mais trabalhadas: Além de tornear as pernas, principalmente a parte posterior das coxas e panturrilhas, tonifica glúteos, abdome e costas.

Pernas, coxas e panturrilhas torneadas.

Equipamentos: Tênis com amortecimento, que diminui o impacto sobre as articulações, e relógio com cronômetro, para acompanhar a intensidade e o volume do treino. Roupas dry fit, que absorvem o suor, são bons complementos.

Grau de dificuldade: As condições climáticas, a poluição e o trânsito podem atrapalhar o desempenho do corredor­. “Uma pessoa sedentária deve começar seu plano andando, para depois evoluir para a corrida”, diz Camila Haraguchi, treinadora das aulas outdoor da academia Competition, em São Paulo. A profissional indica, no início, combinar 15 minutos de caminhada com 15 minutos de corrida. “Depois, aumente cinco minutos da corrida a cada semana”, diz.

Partes do corpo mais trabalhadas: Além de tornear as pernas, principalmente a parte posterior das coxas e panturrilhas, tonifica glúteos, abdome e costas.

Benefício extra: Acelera o metabolismo, ajudando na queima de gordura, exercita a concentração, melhora o sono e aumenta a resistência do coração.

PATINS

Mania fit em parques e calçadões litorâneos, sobretudo nos fins de semana, a patinação conquistou uma legião de adeptos que bus- cam lazer e boa forma. Apesar de seu caráter lúdico, a atividade é intensa e exige muita coordena-ção. Iniciantes devem escolher um terreno plano a fim de evitar aci- dentes. Em caso de queda, a saída é flexionar os joelhos e esticar os braços para frente, o que diminui a força do impacto com o chão.

Partes do corpo mais trabalhadas: O exercício funciona para glúteos, parte posterior e anterior das coxas e panturrilhas. O abdome também é bastante requisitado, pois permanece contraí­do para equilibrar o corpo durante os movimentos.

Glúteos, coxas, panturrilhas e abdome no grau.

Equipamentos: Um bom par de patins in-line (com quatro rodas enfileiradas) deve ter botas confortáveis e rodas de qualidade, feitas­ com gel e poliuterano. Capacete, joelheiras, cotoveleiras e munhequeiras compõem o kit de segurança. Meias feitas de coolmax, tecido poroso semelhante ao dry fit, evitam bolhas e não acumulam umidade na região dos pés.

Grau de dificuldade: É preciso estar atenta a regras de postura­ e de equilíbrio, além de ter senso de espaço e velocidade. “Aprender as freadas e os giros típicos é imprescindível para não bater em alguém enquanto se está deslizando”, diz Audrey Angotti, professora de patinação da academia Cia. Athletica, em São Paulo.

Partes do corpo mais trabalhadas: O exercício funciona para glúteos, parte posterior e anterior das coxas e panturrilhas. O abdome também é bastante requisitado, pois permanece contraí­do para equilibrar o corpo durante os movimentos.

Benefício extra: “Perda de peso, melhora da coordenação motora e redução do estresse são grandes vantagens do exercício”, afirma a professora Audrey Angotti.

Gasto calórico: É um dos melhores exercícios para perder peso­ de maneira saudável. Equilibrar-se sobre as rodas chega a queimar de 300 a 500 calorias por hora, dependendo do percurso e da intensidade­. A prática ainda melhora o condicionamento respiratório.

Fonte: Globo

2 Comments »

  1. Magno Bastos 22 de outubro de 2012 às 8:43 - Reply

    Infelizmente só tenho tempo nos finais de semana, embora gostaria de ter muito mais para uma pedalada, muito bom pedalar. Recomendo!

  2. juliana barbosa 18 de outubro de 2012 às 23:45 - Reply

    Eu prefiro bike, quando eu comprar a minha eu começo hehehe

Deixe um comentário »

UA-24370088-1