Curiosidades sobre o Trekking

O que é o Trekking?

Trekking significa caminhar, andar, trilhar ou migrar. A palavra trek é possivelmente uma herança da colonização inglesa no mundo, principalmente África e América do Norte, onde os trekkers viajavam meses em suas carruagens a boi, ou mesmo a pé, carregando todos os seus pertences de um lado para outro, muito parecido com os nômades do oriente. Também é utilizados na América, os termos backpacking e hiking. Andar é tão antigo quanto o próprio homem. Necessidade básica da vida, o homem andou para tudo ao longo da história: para atacar e fugir. Atualmente o trekking é definido como a arte de percorrer áreas selvagens a pé com um mínimo de infra-estrutura, o que implica em carregar numa mochila às costas todo seu equipamento e, geralmente sua própria comida. O trekking tão praticado nos Estados Unidos e Europa, tem se popularizado no Brasil nos últimos anos. É uma atividade que pode ser praticada por qualquer pessoa de forma competitiva ou simples prazer.

Caminhar por trilhas naturais, desfrutando do contato com a natureza e, ainda por cima, cercado de belas paisagens em locais pouco conhecidos. Quem pratica o trekking ou caminhada, tem essa oportunidade, e esse é sem dúvidas o principal motivo que faz do esporte um dos que mais cresce.Os praticantes do trekking aliam o prazer em contemplar a natureza com os benefícios da atividade física, tentando fugir do stress do dia-a-dia. Os percursos podem ser curtos ou longos, importando apenas o prazer em caminhar. Além dessas vantagens, oesporteacaba contribuindo para difundir o turismo nas regiões por onde passa, e reforçar o espírito de trabalho em equipe entre seus praticantes. O baixo custo da atividade, aliado com os vários níveis de dificuldades, proporciona ao praticante toda a segurança necessária e, é um dos principais motivos para o desenvolvimento do esporte. “Nos últimos anos o crescimento tem sido muito grande. As provas cada vez contam com mais equipes”, disse o Diretor do Departamento de Trekking da ABEA (Assossiação Brasileira de Esportes de Aventura), Esdras Martins.

A caminhada em si não faz sentido a não ser que esteja acompanhada de alguma motivação, seja ela física ou psíquica. Podemos ir mais longe e dizer que o ato de caminhar também pode transcender estas questões e ser uma forma de relaxamento, prazer, convívio com a natureza ou consigo mesmo. Sendo uma atividade que pode ser praticada por qualquer pessoa em qualquer idade(ressalvo feito àqueles que estão há muito tempo sedentários), o trekking é muito acessível do ponto de vista financeiro e muito seguro a nível físico.

História do Trekking

A história do esporte é antiga e teve origem no século XIX, através dos trabalhadores holandeses que colonizaram a África do Sul. Eles utilizavam o termo Trekken para designar sofrimento e resistência física. Com a chegada dos ingleses ao local, a expressão foi adaptada e passou a denominar as longas caminhadas realizadas pelos trabalhadores britânicos. A partir daí, com a chegada dos novos aventureiros o termo se expandiu e hoje é sinônimo de um dos esportes mais praticados em todo o mundo. Segundo o Diretor do Departamento de Trekking da ABEA (Assossiação Brasileira de Esportes de Aventura), Esdras Martins, o esporte no Brasil teve suas primeiras provas no ano de 1985, em Minas Gerais. “Algumas provas foram realizadas em Minas Gerais, mas só depois de ser trazido para São Paulo em 1992, é que o trekking adquiriu a forma atual, quando foram adaptadas as regras dos enduros de moto e jipe”. Hoje o trekking de regularidade possui muitas competições em todo o país e, em 1998, foi criada a LINEP (Liga Nacional de Enduro a Pé), entidade que busca unificar e organizar as competições pelo País, sem fins lucrativos.

Modalidades

1. Trekking de Competição.

Esta categoria, subdivide-se em:

Premiação Enduro a pé – Teresina

1.1 Trekking de regularidade

É realizado em uma trilha, com local e tempo definidos. Os participantes não conhecem o percurso, por isso o importante não é a velocidade, mas sim se manter no caminho certo. Também chamado de enduro a pé, é uma modalidade recente no Brasil. Semelhante ao enduro de carros de regularidade, equipes de três a seis pessoas navegam em cima de uma planilha com referências (iguais no enduro) e velocidades médias pré determinadas. Assim, os integrantes percorrem uma distância que varia de 6 a 15 quilômetros, andando por estradas de terra, trilhas abertas, em mata fechada, atravessando riachos, nadando poucos trechos em rios. Eles têm de navegar e calcular o tempo regular para não passaram pelos Postos de Controle atrasados (perde 1 ponto) nem adiantados (perde 2 pontos). Ganha a equipe que perder menos pontos.

1.2 Trekking de velocidade

Vencem os competidores que finalizarem a prova em menor tempo. A organização determina os locais dos postos de controle e os participantes utilizam bússolas e cartas de navegação.

1.3 Trekking de longa distância

Não existe competição e o objetivo final é atingir o local especificado. Cada grupo precisa levar equipamentos e alimentação para vários dias, e podem ser:

a) Trekking independente

Viagem da equipe a Juazeiro- PI

Trekking de longa distância – viagem da equipe a Juazeiro- PI

Realizado por quem gosta de viajar sozinho, tem um ótimo preparo físico e não se importa em carregar uma mochila abarrotada de equipamentos de cozinha, onde você organiza a expedição, planeja a rota, escolhe o equipamento, compra as provisões, estuda o clima. Além disto, a viagem é mais econômica e flexível em datas e caminhadas fora do roteiro pré-determinado.

b) Trekking organizado

Indicado para quem está iniciando na prática deste esporte ou quer se aventurar em alguma região de difícil acesso, dividindo com os colegas as despesas com a infra-estrutura necessária, como a contratação de carregadores, guias e a compra das provisões em grande quantidade. Neste caso, é necessário obter o máximo possível de informações sobre a empresa que está organizando a expedição e checar detalhadamente quais os serviços incluídos no preço anteriormente estabelecido.

c) Trekking assistido

Nessa modalidade você mesmo, ao chegar no local a ser visitado, escolherá e contratará os carregadores, guias, comprará os mantimentos e demais equipamentos coletivos. Este tipo de viagem possibilita uma maior interação com os nativos, além de contribuir para a economia local. Por outro lado, você necessitará de mais tempo para organizar a viagem, negociar com os moradores locais e barganhar preços. Some-se a isto o fato de que toda a equipe estará sob sua responsabilidade.

d) Trekking de um dia

Tem o percurso de aproximadamente 10 km, com início e fim bem definidos e poucas horas de duração. O principal objetivo é o lazer.

Fontes: www.brazadv.com
www.radical.vol.com.br

UA-24370088-1